Já faz tempo que não apareço por aqui, eu sei, e deve ser o maior período que já passei sem publicar nada, desde que comecei. Soaria bonito dizer que é porque ando muito ocupado com a faculdade, ou que as obrigações da vida adulta estão me engolindo, ou que minha…

O céu enegreceu, se intimidou o sol. Tenho me sentido disperso. Até tentei me concentrar, mas tem sido difícil, pois minha mente insiste em me levar a lugares os quais não consigo assimilar. Rapidamente meus pensamentos se agitam, mas permaneço no mesmo lugar. …

Photo by Chris Lawton on Unsplash.

Vivo em transformação, na infinita busca pela minha melhor versão. Sou o resultado das experiências que tive, dos amores que vivi, dos riscos que corri. E, por que não, das alegrias que me sucederam, das decepções que me atingiram, pondo pouco a pouco as bases da minha edificação. Muitos chegaram…

Ponte Benjamin Constant. Manaus, Amazonas. Arquivo Pessoal, 2020.

Sempre que me pego observando a paisagem urbana, penso em quanta história há por trás de cada detalhe em cada edificação; as intenções, as referências, mensagens silenciosas — ou nem tanto. As histórias testemunhadas por elas, declarações, a saudade outrora presenciada. É como se em cada lugar houvesse algo capaz de conectar, um a um, todos os que se preocupam em parar e absorver; desde quem já se foi, até quem ainda nem chegou.

Senti saudades. O tempo passou e sigo buscando caminhos para te encontrar mais uma vez. Persigo os mistérios do universo. Quero poder estar contigo noutra realidade ou num trajeto através do tempo. Talvez lá tu me sejas mais que miragem.

Para te ver em mim me dediquei a te simular, aprendi até o teu jeito de se expressar. Juntei teus fragmentos para imergir no teu mundo. Enfim te encontrei num sonho lindo, mas acordei e não estavas aqui. Aquele rosto lindo parou no tempo. Para sempre. Não estás mais aqui.

Bobagem! Já nem me importa tanto. Te imagino e isso me basta.

Decanse em paz. Foto por Veit Hammer, disponível no Unsplash.

A luz entrou pela janela, é o Sol nascendo de novo. Tem uma vida esperando o despertar de um novo dia. Se bem que este convite não parece empolgante, o mundo tem andado ruim das pernas. Acordar é fácil, mas falta força para levantar e enfrentar a realidade.

Se alguém…

Arquivo Pessoal

Eu era livre. Mas ao nascer, recebi algemas. De repente eu tinha uma etnia, uma classe social, uma religião e um destino atrelado a isso. Eu não escolhi nada, ninguém pediu minha opinião. Nem meu nome eu pude escolher. Ganhei uma nacionalidade — uma pátria pela qual, se preciso, devo…

Photo by Kelly Sikkema

Não há mais por que insistir. Tentamos, mas é preciso admitir que a única coisa certa tem sido machucar um ao outro. Não é hora de buscar culpados ou apontar erros. É tarde para isso. O café esfriou, o brilho se foi. Basta o fim. Por que mais sofrer?

Tudo…

Jefferson Caleb

As histórias que gosto de contar.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store